Fotografia #3: do esquecido

Fujifilm S4080 – Aeroporto de Vitória-ES.
Isso não tem nada a ver com ele, que nem ao menos sabe da fotografia. Mas, no vaguear dos olhos que não vemos, na não-cor triste do que enquadrei em preto e branco de propósito, e na frieza da sombra que encobre quase toda a imagem – tudo isso embebido em minh’alma agora – tive a sensação do esquecimento. Do esquecimento sem se saber porque esquecido – ou, sabendo, dolorido. E do amargor do que está e não entende a mudez do que se distanciou. O telefone que não toca.
Anúncios

Deixa um comentário para a posteridade

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s